Pesquisa Google

quarta-feira, 27 de abril de 2011

A plataforma Arduino

Atualmente a plataforma Arduíno esta difundida por todo o mundo, sendo que esta é utilizada por vários tipos de pessoas e segundo a Homepage dos desenvolvedores o Arduíno é uma plataforma de protótipos eletrônicos de código aberto (open source) baseada em hardware a software flexíveis e fácil de usar. É destinado a artistas, designers, hobbyists, e qualquer pessoa interessada em criar objetos ou ambientes interativos.

O Arduíno pode “sentir” o ambiente através de sensores e também afetá-lo com o uso de atuadores, como motores, luzes entre outros. O microcontrolador  da placa é programado em “Arduino Programming Language”(baseado em Wiring) e o “Arduino Development Environment” (baseado em Processing). Os projetos do Arduíno podem ser autônomos ou podem se comunicar com um software em execução em computador. As placas podem ser construídas a mão ou compradas prontas e o software pode ser baixado gratuitamente (Arduíno, 2011).

O sucesso que a plataforma Arduíno eve foi em grande parte determino  por algumas características:

Preço: As placas Arduíno são relativamente baratas se comparadas a outras plataformas de microcontroladores, a versão mais barata do Arduíno custa cerca de 85 reais.

 Multi plataforma: O software Arduíno é executado no Linux, no Macintosh OS ou no Windows, basta ter instalado a maquina virtal java.

→ Ambiente de programação simples e claro: Conforme, (Herrador, 2009) o ambiente de programação do Arduíno é simples de ser usado por principiantes, porem, é suficientemente flexível para ser usado por usuários mais experientes.

Código abeto e software expansível: O Software Arduíno é baseado na linguagem AVR C, Herrador (2009). É uma ferramenta de código aberto, disponível para a utilização por todos os interessados, também pode ser expandida por programadores experientes que construam  bibliotecas em linguagem C++.

 Código abeto e hardware expansível: Atualmente o Arduíno possui varias versões, porem ainda é baseado nos microcontroladores Atmega8, Atmega168, Atmega328, Atmega1280, Atmega2560 da Atmel. O projeto do Arduíno esta publicado com a licença Creative Comons, qualquer pessoa é livre para usar e modificar os circuitos de acordo com suas necessidades.

REFERÊNCIAS
Arduíno – Homepage. Disponível em: <http://www.arduino.cc/> Acesso em março de 2011.

HERRADOR, R. E., Guía de Usuario de Arduíno, 2009. Disponível em: <http://www.uco.es/aulasoftwarelibre/wp-content/uploads/2010/05/Arduino_user_manual_es.pdf> Acesso em março de 2011.

2 comentários:

  1. Parabéns pela postagem. Também sou fã do Arduino :)

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, parabens pelo blog

    ResponderExcluir